Pesquisar este blog

19 de set de 2012

Sobre fanáticos _ por Lucas Gonzaga






por Lucas Gonzaga

Dos fanáticos que cheguei a conhecer, tanto religiosos quanto ateus, tive a ocasião de perceber que são capazes de negarem ou darem um jeito de driblarem certas ocasiões. Querem que suas religiões ou ideias sejam únicos e os melhores, a solução para o mundo. E quando há semelhança de crenças, quando há pontos em comum, logo tentam contornar a situação.


Se um cristão disser que Deus está dentro de você e ouvir um budista ou hinduísta dizer o mesmo só que em outras palavras isso, como por exemplo:

"Quando se encontra dentro o que antes se buscava fora, a interação com o outro tem como princípio compartilhar algo, ao invés de suprir algo" Saulo Fong

É capaz do cristão dar um jeito de falar que está errado, que o cristianismo não diz isso. Sendo que o Cristo, tido pelos cristãos como Deus, em outras palavras e em momentos diferentes disse o mesmo. Disse que o Reino de Deus está dentro de nós, disse que melhor é compartilhar do que receber. Mas não, o fanatismo deixa as pessoas cegas, impedindo-as de compartilhar o que as religiões têm em comum uma com a outra.

No caso de ateus já vi acontecer o mesmo. Se um ateu diz que gosta de formigas e, depois, fica sabendo ou conhece um religioso que também diz gostar de formigas, tendo dito ter aprendido a gostar com sua religião, é capaz de o ateu, irritado com a situação, dizer que não gosta mais de formigas ou mesmo que nunca gostou.



Tentei mostrar isso sem prévios comentários numa espécie de crônica que fiz chamada “Entrevista com o maior ateu da realidade”. A ideia me veio após uma pequena discussão com um socialista que dizia que todo movimento religioso é ruim e culpado pela sociedade do jeito que está. De forma sagaz perguntei ao mesmo que modelo de sociedade ele crê ser melhor. Ele pontuou crença por crença e, como suspeitava, a maioria de suas crenças eram parecidas com as minhas. Com um detalhe, que eu sou anarco-socialista e ele é um socialista que crê na tal ditadura do proletariado, que como podemos imaginar se torna ditadura contra o proletariado (assim prova a história e a psicologia). Após, peguei ponto por ponto que tínhamos em comum e disse “Acredito em tudo isso, mas aprendi com minha religião”. Aí já sabemos o restante, se era um fanático (e de fato era), deu problema, ao invés de nos unirmos em torno do que temos em comum, disse que eu estava tentando agregar pensamentos modernos e avançados às minhas escrituras sagradas, no meu caso, sou cristão, então a bíblia.

Não é que o sujeito teve a capacidade de dizer, por puro orgulho de querer fazer diferença na crença dele como ateu-socialista e não minha como cristão anarco-socialista, de que socialismo e um verso que lhe dei são totalmente diferentes?

Numa discussão, acho que disse Leon Tolstói, primeiro começamos dizendo no que cremos e queremos, depois, é capaz de esquecermos do cremos e queremos e acabaremos por tentarmos nos mostrar melhor que os outros: a discussão vira pura disputa!

Eis aqui o versículo que ele diz ser tão diferente do socialismo:

Todos os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum.

Vendendo suas propriedades e bens, distribuíam a cada um conforme a sua necessidade
Atos 2:44-45

O que peço já tornou-se clichê, mas vale aqui tentar fazer renascer o significado disso: está na hora de, além de dialogarmos e apresentarmos nossas diferenças, criarmos algo em torno do que temos em comum. Tanto ateus, quanto os mais diversos religiosos. A eterna discussão sobre diferença apenas tem servido para a manutenção de tudo que nos faz mal.

1 Comentários:

Thaís Villalba disse...

Sem dúvida: A eterna discussão sobre diferença apenas tem servido para a manutenção de tudo que nos faz mal.

E mais..... fui questionada sobre o fato de sermos ou não completos internamente, preenchidos..... ouvi que Não podemos ser completos por nós mesmos, mas só por Deus, mas o que temos de ter ideia é que Deus deve morar em nós, nós somos o templo dele...... na flor podemos ver Deus, no vento!!!!! As pessoas ficam impregnadas de ideias e não abrem a cabeça pra pensar!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores


Mais Jogos no Jogos Online Grátis - Jogos de Meninos