Pesquisar este blog

16 de ago de 2012

Voa passarinho! _ por Lucas Gonzaga





por Lucas Gonzaga

Voa passarinho!
Voa para longe,
Voa para perto.
Abra e mostre o tamanho de suas asas,
Fuja da gaiola de teus donos,
Voe em busca de liberdade,
Seja ligeiro, seja esperto,
Que ela, a liberdade, te encontrará
Se voar de peito aberto.

Seja tu, menino pássaro,
Mais um livre
Na poesia que se fez carne.
Pois nela, misturado a todos,
 Tornar-se-á único.

Vai passarinho!
Voe sobre a chávena de café
Do velho de cabelos longos brancos,
Que mora na montanha.
Aproveita tu, garoto passarinho,
E enche seu peito deste ar,
Do ar dessas montanhas,
Após inalar o café bem feito,
Ar de montanha,
Esse ar perfeito.

Bata as asas,
Mostre teu fulgor,
O som do estalar
Destas tuas lindas asas.
Seja boa notícia
Para o oprimido,
Coragem para o fraco,
Alento para o deprimido,
Seja porta bandeiro do amor.

Apruma-te sobre tudo e sobre todos,
Deixe o vento te levar
De encontro ao que é belo
De encontro ao que é teu.
Abra o bico deixando sair
Uma música que nunca ouviu.

Banha-te no chafariz da pracinha da cidade,
Aquela cidade pequenina
Cheia de crianças,
Chafurdada de pureza.

Pousa nos ombros daquela menina
Onde tu vistes a insígnia,
Aquele sinal que avistou
No ombro gracioso,
Na pele refrescante de perfume agradável,
De onde ouvistes a voz que te chama
E te diz: liberdade, meu amor passarinho!

1 Comentários:

Thaís Villalba disse...

Esse poema me fez lembrar de duas músicas do João Alexandre!!!!!

Cantando a liberdade
João Alexandre

Tem maior anseio de ser livre
Quem sofreu na pele a escravidão
Magoado ele sobrevive,
Marcado pela rejeição
Dizem que é aqui pátria amada,
Generosa terra e mãe gentil
Porém, ainda escravizada,
Padece parte do Brasil
Sobe da favela um grito,
Gemem os trens na Central,
Chora o coração aflito,
Passa o tempo e fica o mal
Mas eu sei que ainda vai chegar o dia da justiça
Que vem ans asas claras da manhã
Um fogo que se acende e atiça,
Tornando essa ferida sã
Nesse dia os bosques terão vidas,
Mais amores, flores pra espalhar,
E a nossa gente, mais garrida,
Cantando a liberdade irá,
Liberdade...


eeee.....

Paz E Comunhão João Alexandre
Cuida do passarinho e também da flor, eles esperam pelo teu amor!
Faz do teu lar um ninho e do mundo um chão
Onde se plante paz comunhão!
Para que brote e cresça a mais viva semente;
Para que a gente tenha o que colher.
Para que o pão que venha a ser por nós assado
Seja um sinal traçado de viver.
Faz uma nova casa na varanda do velho chão,
Convida teu irmão pra vir morar contigo;
Planta paredes novas, feitas para
servir de lar e abrigo.

Faz um café gostoso, põe a mesa no teu jardim;
Deixa que assim as plantas tenham paz contigo;
Convida o universo faz a vida
ganhar maior sentido!
Cuida da tua morada!
Cuida do pequeno mundo!
Deixa teu irmão bem perto Livre...


Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores


Mais Jogos no Jogos Online Grátis - Jogos de Meninos