Pesquisar este blog

19 de ago de 2012

Maria Nathally e as 4 fases da vida _ por Lucas Gonzaga









por Lucas Gonzaga

Maria Nathally, ano de 2045, pensa sobre a vida, sentada com sua bengala em mãos - aliás, uma bela bengala- em sua varanda de frente ao jardim que cativou ao longo dos anos com suas próprias mãos. Agora já não podia. Certo que estaca com seus 65 anos, muitos nessa idade movimentam-se normalmente, mas ela, já fazia um tempo não estava bem de saúde. Por isso agora, apenas observava seu jardim, que agora estava sob os cuidados de um rapaz de 20 anos. Um pouco distraído de vez em quando, mas um bom jardineiro, talentoso. Fazia uma arte visual com as planas como poucos... quando o jovem se perdia filosofando a vida, Maria dizia rindo "Menino, acorda!".

Agora que ela pouco podia fazer coisas com as próprias mãos, pois sentia seu corpo doer demasiadamente, começou a refletir bastante sobre a vida. Olhando para seus pássaros, meditativa, tomou algumas posições sobre a vida, que aliás, é uma história interessante, porque ela não mantinha os pássaros engaiolados, eles é que iam e voltavam todo santo dia. Os pássaros iam e voltavam como qualquer ser humano que mora numa casa, vai a faculdade, ao trabalho e depois voltam para casa. Maria apenas lhes dava comida, e os pássaros, retribuíam com os cantos.

Ela tirou a conclusão de que passou ao menos 3 fases na sua vida e uma 4ª, que não sabe se é exatamente o retorno de uma fase, no caos a 1ª, ou se é realmente uma 4ª e nova fase.

1ª fase: em sua infância e adolescência observava os passarinhos, sobia em árvores e via a vida passar juntamente com eles sem nenhuma preocupação, faziam parte de seu dia-a-dia, assobiava tentando imitar o canto dos pássaros que conhecia. Colecionava fotos e até mesmo gravava os sons dos pássaros. Com o passar do tempo, a faculdade de biologia e a vida louca do trabalho a levaram a uma segunda fase.

2ª fase: estafada, com toda sua atenção voltada aos problemas do trabalho, sequer percebia a presença de pássaros, raras eram as vezes no ano que observada que a sacada do apartamento onde morava estava cheia, muito cheia, de titica de passarinho. Quando o cansaço e a desilusão da vida começou a bater em torno dos 43 anos, feliz com coisas que aconteceram, porém por outro lado bastante frustrada por coisas que planejou e não aconteceram, sim, aí chega a terceira fase.

3ª fase:  começa a notar de volta os passarinhos, mas não com aquele amor e admiração com que via antes, pelo contrário, com muito incomodo e irritação. Cansada e irritada com algumas coisas que sentiu perder tempo, principalmente na esfera do trabalho, começou a dar mais valor a família, sentindo-se até um pouco culpada, pois quando seu filho mais novo faleceu, com apenas 10 anos de idade, ainda trabalhava demais, porém sobrou-lhe o marido e o filho mais velho para dar atenção, para a vida ainda valer a pena e para, como pensava, "recuperar um tempo perdido". Mas tempo não se recupera, e com o tempo ela aprendeu isso, que não estava recuperando o tempo perdido, mas que a vida lhe dava a oportunidade viver uma nova fase e coisas novas.

Mais ainda assim, só de ficar irritada com os passarinhos e suas titicas até mesmo dentro de casa, já era um excelente sinal. Imaginem que havia um ninho dentro de sua casa e nunca percebeu? É a vida de trabalho obsessivo que faz isso, esse tipo de coisas, na verdade para dizer melhor, é u misto de coisas. Tanto fatores externos quanto a própria pessoa que vive a vida agitada, que se propõe a viver uma vida assim, com mil planos, é que são responsáveis.

Aí, a vida verdadeira aos poucos vai se restabelecendo. Começa irritando-se com a titica do passarinho que antes não percebia, mas que sempre estiveram lá. Daí a vida vai lhe dando oportunidade de novas percepções, de coisas boas e ruins que sempre estiveram as nossas vistas, tão perto de nossos olhos. Percebe-se aos poucos o problema ou a profundidade de uma crise de algum parente, marido ou filho, mas que antes por causa do muito fazer, apenas dizíamos "Isso é palhaçada, pois não tem mais o que fazer aí fica com crises." Alguém aí já acordou de manhã, não tinha nada para fazer e pensou "Olha, que tal arrumar uma crise, deve ser bom, não é?". E quanto mais percebemos, mas tomamos, resgatamos a nós mesmos, voltamos aqueles momentos de infância, no entanto agora pode até acontecer ocasião de voltar de forma melhor, quem sabe, mais consciente, mais aproveitada, vivida com mais intensidade. E nisso que vem a quarta fase.

4ª fase: agora levanta-se devagarinho, pois a coluna dói bastante, observa de novo os passarinhos, limpa  lentamente, conforme a mobilidade que o corpo lhe dar, até conversar Maria Nathally conversa com os pássaros. Eles vão e voltam,não têm prisão, os passarinhos têm vida própria. Ela não faz com os passarinhos o que com o passar da vida fez, e todos fazem, com pessoas queridas: tramites e mais tramites inconscientes, outros até mesmos conscientes, para ter a pessoa por perto, para ter um amigo por perto. Os passarinhos vão, passam o dia fora e voltam, voltam porque gostam, voltam porque têm liberdade. E ela ali, a os admirar, o como os pássaros vivam felizes e somente do básico, do necessário, mas ao mesmo tempo contentes. Passava seus dias com os filho e com o marido, conversando e ensinando sobre a vida ao Leonardo, seu novo jardineiro, estudante de biologia assim como ela um dia foi, um rapaz romântico e apaixonado pela vida.

Agora a vida, os amigos, os entes, o vinho, os passarinhos, a casa nova, o jardineiro que a inspirava por causa de sua juventude e mal ela sabia que ela também inspirava o jovem rapaz. Assim mesmo que vivia neste momento, passou parte de sua projetando a vida e nunca vivendo-a de fato. Chegou a conclusão de que melhor que projetar a vida é o viver a vida. E dia após dia nada lhe tirava da mente a frase do Fernando Pesoa que dizia: tudo vale a pena quando a alma não é pequena!

1 Comentários:

Thaís Villalba disse...

Tudo vale a pena quando a alma não é pequena!!!!!!!!!!! esse sentimento de paz, liberdade...... nos leva a lugares altos, nos mnostram a grandeza da vida!!!!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores


Mais Jogos no Jogos Online Grátis - Jogos de Meninos