Pesquisar este blog

6 de abr de 2012

A pior maneira de se defender um homossexual

Baseados numa visão que chamam de "bíblica"(embora "ser bíblico", por si só, não queira dizer muita coisa), cristãos de várias facções lutam pra que a "instituição criada por Deus"(a família) não caia por terra. Pra que isso aconteça, é extremamente necessário que homossexuais não avancem na conquista de direitos básicos recentemente reconhecidos como de qualquer ser humano: abraçar, beijar, casar, ter relações sexuais, divorciar e viver. Se avançarem, intuem os esses cristãos, a família dentro de alguns anos acabará, pois só o relacionamento heterossexual perpetua a espécie humana.

Aliada a isso está a ideia bem consolidada(uma das poucas que resistiu a mudanças sociais e de pensamento) de que homossexualismo é pecado. Boate gospel, brinco e tatuagem, guerras e apartheid, rituais pagãos foram incorporados à chamada "vida cristã". Mas a condenação ao homossexualismo permanece como uma das trincheiras reforçadas ao longo do tempo entre cristãos e não-cristãos.

A notícia nova que Jesus veio trazer tem um viés imoral, talvez porque a graça seja imoral mesmo. A moral perfeita está em um nível inatingível, então não importa se você é sacerdote da religião "correta", adorador do diabo, empresário, empregado, prostituta, frequentador de termas ou o que seja. Você está exatamente no mesmo nível que os demais; mas ,se você tiver um espírito pobre, aquele que reconhece que é miserável sem maiores constrangimentos, provavelmente estará um passo a frente dos demais. Não existe mérito algum.

O problema é quando se defende um homossexual com base no seguinte argumento: conheço homossexuais que vivem em amor, que respeitam os outros e que são pessoas adoráveis.

Ora, um argumento desse parece sugerir um balança do tipo: tá bom, homossexualismo é ruim, mas olha as outras características boas que encontrei em alguns deles. Parece sugerir, ainda, que, pra conquistar o direito de beijar e se casar, o homossexual precise provar que é "bom": que fala, se veste e ama corretamente.

Não, não precisam provar nada. Heterossexuais e homossexuais roubam, enganam, amam e vivem. Condicionar um direito fundamental de um homossexual a bons comportamentos de todos os homossexuais não difere muito de discursos de pessoas ilustres como Silas Malafaia e Marco Feliciano.

Imaginem se os heterossexuais fossem tratados da mesma maneira: pra vocês se casarem, terão de se comportar direitinho, hein. Terão de amar e respeitar os outros. Sim, estaríamos ferrados.

Daqui a algumas gerações, acredito que a grande maioria achará um absurdo a existência, um dia, de pessoas que queriam restringir direitos de outros.


RT

0 Comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores


Mais Jogos no Jogos Online Grátis - Jogos de Meninos