Pesquisar este blog

20 de nov de 2011

Top Five dos posts mais vistos da semana


Aqui estão os cinco textos mais vistos desta semana. Achará muitas vezes entre esses, contos e crônicas, crítica ou propostas pedagógicas, textos sobre educação e algumas coisas mais, porém é provável que sejam textos sobre Religião e Política que são os temas principais do blog. Vamos ver no que deu esta semana?



1º_ O Maníaco Virgem de Bangu_ 33ª morte 1




_ Não desconheço a probabilidade d que alguns, se não muitos, defenderão cegamente a liberdade plena tangencialmente a culpa, todavia, a análise das estruturas das circunstâncias não é tão simples assim, nem mesmo em pequenas situações do cotidiano. Os defensores do que chamamos de livre-arbítrio costumam ser muito simplistas, mas sou minimalista, faço questão de destrinchar pela relação causa-efeito. Para toda causa há um efeito, e é claro, para todo efeito há uma causa. Em todo acontecimento existe motivos. Sou contundente no que diz respeito a um inquérito onde tudo deve ser analisado pormenorizadamente e enfático ao sempre insistir que, qualquer fator, por mais que possa ter uma aparência supérflua, sem valor, enfim, pode mudar o rumo de uma investigação. Tenho em vista que a ausência de evidências não é motivo para se pensar em ausência de crime!

Sem mais o detetive retirou-se da coletiva de imprensa improvisada e além do mais, muito mal improvisada na delegacia de Bangu, Zona Oeste do Rio de Janeiro, onde com calor é possível fritar ovo no asfalto de suas ruas. O calor era descomunal. A movimentação de Jornalistas e carros de polícia, curiosos, num misto de gente fazendo uma caminhada de Bangu ao Bairro de Padre Miguel com fim de chegar ao Cemitério do Murundu era igualmente descomunal ao calor que fazia. Entre sirenes, sons de máquinas fotográficas e faixas com pedidos de paz encontrava-se o assassinato tão falado  dos últimos 3 meses, o sujeito era motivo daquilo tudo: O Assassino-Virgem!

Os murmúrios da população, as fofocas das empregadas, as histórias espetaculares dos adolescentes nos recreios dos colégios, as conversas derradeiras de bar, comentários de academias, as fuxicadas de bancas de jornal, enfim,  resultaram neste apelido: Assassino-Virgem. No começo era conhecido como o Maníaco de Bangu, com o tempo viram que os crimes não apenas ocorriam em Bangu, mas em outros tantos bairros da Zona Oeste do Rio de Janeiro. O apelido de "Assassino-Virgem" começou após a declaração do detetive responsável pelo, quando disse que, nos crimes havia conotações sexuais, mas não se encontrava nenhum resquício de DNA do criminoso, nenhuma impressão digital, nenhuma evidência de penetração de órgão ou parte do corpo humano, etc. Não havia vestígios de abuso sexual, ao menos da maneira tradicional que costuma-se ouvir nas televisões. O delegado havia dito em sua primeira entrevista após 3 assassinatos em um primeiro mês, que havia algumas características que se repetiram.

Para ler o restante, click AQUI



2º_ Caso USP _ Reacionários ganharam desta vez?






    Concordo com o Plínio. No final quando ele fala de "Diálogo e sem violência" eu vibro mais ainda. Paulo Freire em sua reflexão no livro "Pedagogia do oprimido" ao argumentar sobre as consequencias do opressor no oprimido, e de quando o oprimido ganha o mínimo de consciência sobre sua situação, termina explicando que, ainda não liberto, o oprimido reage como o opressor age, isto é, com coação, com violência. Aliás, foi tão somente isto que o oprimido viu em toda a sua vida!
       Semelhantemente me parece que foi o que aconteceu com alguns dos alunos da USP, agiram como a polícia que tanto reclamam, ou seja, agiram com agressividade! A fé ideológica de que comungo e carrego se opõe a violência. Todo aquele que porta-se como violento, pode intitular-se do que for, de direita, de esquerda, de profissional que está aí para garantir a segurança da população, pode dizer que é cristão, o que seja, particularmente independente do título que carrega, todos os que praticam a violência são inimigos. E mais específico aos hermanos anarquistas, tenho a dizer que é uma contradição enorme dizer que é contra a repressão e ao mesmo reagir como repressor.


       Os jovens do nosso país, e estou incluído, mostram muita força, todavia precisamos de foco e direcionamento. Dá-me a impressão e o velha guarda Plínio de Arruda Sampaio também o diz no vídeo abaixo, de que a Juventude está meio perdida. Precisamos saber exatamente o que queremos, precisamos, como aprendi com a Teologia da Libertação, Ver, Julgar e Agir, no entanto parece-me que o ocorre é que estamos vendo agindo e depois julgando e pior, na hora de julgar a situação holisticamente, algo que não ocorre de fato, excluímos nossas ações do julgamento.  Tanto que Plínio ao fazer uma primeira crítica aos estudantes da USP é vaiado. E isto me deixa entorpecido de perplexidade, pois a maioria dos que ali estavam são estudantes da área de Humanas! Creio que deveriam estar mais que acostumados de, ao alguém fazer uma afirmação, esperarem automaticamente por uma argumentação, contudo o que se mostra no vídeo são as vaias de cara. Se vão a faculdade e não aprenderam o que deveriam aprender no 1º período, deve ser por que não assistiram aula e estavam fazendo outras coisas. Aí, meus caros, no que diz respeito ao estudo, ficar fumando maconha neste caso faz mal, e não só a maconha, porém qualquer outra coisas que tome o tempo das aulas, mesmo bíblias e cultos religiosos, discussões super "importantes", festinhas e qualquer outra coisa que ocupe o tempo de aula. 
Para ler o restante, click AQUI



3º_ Pensamentos e Sonhos sobre o Brasil _ por Leonardo Boff


1. O povo brasileiro se habituou a “enfrentar a vida” e a conseguir tudo “na luta”, quer dizer, superando dificuldades e com muito trabalho. Por que não iria “enfrentar” também o derradeiro desafio de fazer as mudanças necessárias, para criar relações mais igualitárias e acabar com a corrupção?

2. O povo brasileiro ainda não acabou de nascer. O que herdamos foi a Empresa-Brasil com uma elite escravagista e uma massa de destituídos. Mas do seio desta massa, nasceram lideranças e movimentos sociais com consciência e organização. Seu sonho? Reinventar o Brasil. O processo começou a partir de baixo e não há mais como detê-lo.

3. Apesar da pobreza e da marginalização, os pobres sabiamente inventaram caminhos de sobrevivência. Para superar esta anti-realidade, o Estado e os políticos precisam escutar e valorizar o que o povo já sabe e inventou. Só então teremos superado a divisão elites-povo e seremos uma nação una e complexa.

4. O brasileiro tem um compromisso com a esperança. É a última que morre. Por isso, tem a certeza de que Deus escreve direito por linhas tortas. A esperança é o segredo de seu otimismo, que lhe permite relativizar os dramas, dançar seu carnaval, torcer por seu time de futebol e manter acesa a utopia de que a vida é bela e que amanhã pode ser melhor.

5. O medo é inerente à vida porque “viver é perigoso” e sempre comporta riscos. Estes nos obrigam a mudar e reforçam a esperança. O que o povo mais quer, não as elites, é mudar para que a felicidade e o amor não sejam tão difíceis.

6. O oposto ao medo não é a coragem. É a fé de que as coisas podem ser diferentes e que, organizados, podemos avançar. O Brasil mostrou que não é apenas bom no carnaval e no futebol. Mas também bom na agricultura, na arquitetura, na música e na sua inesgotável alegria de viver.

Para ler o restante, click AQUI


4º_ Comunismo e Anarquismo 



       Por que Comunismo e Anarquismo são tão mal interpretados? Algumas respostas que posso dar de imediato são que:


     No processo histórico, certos grupos apresentaram-se como Anarquistas e Comunistas e foram protagonistas de eventos ignominiosos que, é claro, não condizem com as propostas de tais movimentos.

       Para se ter uma noção, por exemplo, a própria China, que se diz Comunista e a extinta URSS (União Soviética), nunca foram Comunistas. Você pode me perguntar caro leitor: Como não são? Pergunto-lhe: se de um dia para outro eu começar a dizer que a porta de minha casa é um carro, apenas por que eu disse, será? Se uma criança disser que é Napoleão, apenas por que ela disse, será? As perguntas mostram o quão ridícula se torna a questão. Se apontam a algo dizendo ser um objeto tal e, ao vê-lo, percebemos que o significado, o aspecto material e outras propriedades não correspondem, deveras é que fomos enganados, ou mesmo, quem disse, foi enganado, ou está enganado.

Um aspecto desta situação é sobre o que estando em questão, no caso Anarquismo e Comunismo, usurpam para si tais nomes, porém sem cumprir com o que o nome carrega. Tem rótulo, todavia o conteúdo não corresponde. Este é o primeiro aspecto. O que se encaixa neste primeiro aspecto encontra-se, sobretudo a situação da China que se diz Comunista e a extinta URSS (União Soviética), de igual modo. Já o caso do Anarquismo o aspecto não é tão relevante. Logo, os que não sabem saberão o porquê.  Para ler o restante, click AQUI

5º_ Sou gay, e daí? E Você é fiscal de fiofó, por acaso? 



Nestes últimos anos os homossexuais são um dos temas em voga nos assuntos dos jornais, televisões, dos botecos, do povo, de igrejas!

Muita gente concorda que não temos nada que ver com a sexualidade dos outros, já existem uns que não. Estes eu denomino de: Fiscais de Fiofó!  Os Fiscais de Fiofó infernizam homossexuais com afirmações religiosas. Dizem que querem privilégios.

Privilégios? Então o caso de um negro processar um boçal por racismo é privilégio? Creio que não. Homossexuais apenas querem um meio lícito de defenderem-se de preconceitos. A lei ainda não prevê a Homofobia, para isto teria que ser aprovada a tal PL 122. Apanhar por qualquer motivo é uma coisa, apanhar por ser negro, aí em caso de prisão a pena aumenta. Tal qual o caso citado, os homossexuais querem que assim seja. Apanharem por qualquer outra coisa, irão a delegacia e resolverão da forma legal, onde há a pena devida, mas sofrer agressão por ser homossexual? As penas devem ser mais pesadas! Por isso insisto chamar de Fiscais de Fiofó.

Para ler o restante, click AQUI

0 Comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores


Mais Jogos no Jogos Online Grátis - Jogos de Meninos