Pesquisar este blog

6 de nov de 2011

Top Five dos posts mais vistos da semana

       
     
        Aqui estão os cinco textos mais vistos desta semana. Achará muitas vezes entre esses, contos e crônicas, mas é provável que sejam textos sobre Religião e Política que são os temas principais do blog. Vamos ver no que deu esta semana?

1º_ A terra não precisa ser educada: o homem sim!


Enchentes, tsunamis, furacões, deslizamentos de encostas, degelos, entre outros fenômenos, para o ser humano, a cada manifestação destes fenômenos, as perdas podem ser inestimáveis, tanto materiais quanto em valores e apegos mais abstratos. Vive-se cada vez mais uma tensão apocalíptica. No entanto existem soluções viáveis para que haja uma guinada a um horizonte distante do fim.

Em um texto recente o filósofo, teólogo e ecólogo Leonardo Boff disse que a terra não precisa ser cuidada, pois ela cuida de si mesma, que possui mecanismos para auto-regenerar-se. Boff, com dados científicos informa também que a terra precisaria de um descanso de um ano e meio sem a intervenção humana para que voltasse a um ideal sadio, a sua plena forma como natureza que deveria ser, salvo é claro, espécies que já entraram em extinção. Do retorno destes animais extintos a ciência já está cuidando, é tema para outro texto.[...] Para ler o restante, click AQUI



Já na casa de Pereirão, Sol conta para Celeste (Dira Paes) que o pai está de volta. “Ele não vai mais chegar perto da minha filha!”, garante a dona de casa. Orgulhosa da amiga, Griselda completa: “Se chegar, vai para a cadeia de novo. E dessa vez, não sai é nunca, ou não me chamo Griselda Pereira”. Correio24horas 



Vão sonhando D. Celeste e D. Griselda. Olhem a história de um a mulher chamada Maria da Penha, acho que já ouviram falar, certo? Desculpem-me, mas Baltazar não ficará eternamente na cadeia. Sinto-lhe dizer Pereirão, mas alguém que existiu de verdade, com uma fibra infindável e mesmo paraplégica lutou por 20 anos para que seu "marido" fosse condenado. Condenado? Até foi, mas não de forma merecida! Griselda e Celeste, observem a forma magistral, estupenda, heróica que a lei amparou Maria da Penha[...] Para ler o restante, click AQUI 
 
 

 
  
     Seu Gideão vinha rua abaixo, voltando de um evento de que gosta muito. Ah! Como Gideão conversa, debate, proclama, canta... Tem de tudo de onde ele estava vindo. Comparecia no tal evento quase todo santo dia, salvo exceções, não deixava de ir. As conversas, os conteúdos do local, mexiam tanto com ele, mas fazia o tanto refletir que ia para casa pensando e na maioria das vezes até falando sozinho sem perceber. Ele apenas notava que falava sozinho e sempre em plena empolgação com os assuntos em voga, do dia, apenas quando alguém o cumprimentava. Quem o via na rua, era certo que soltasse uma expressão de um misto de espanto e surpresa. Muitos riam dele. Seu Gideão devolvia os cumprimentos com aquele sorriso de canto, sem graça que só, e tornava na maioria das vezes a falar sozinho. E adivinhe? Novamente sem perceber!

      O pessoal da pequena cidade já começava a falar coisas do tipo como “_ Esse homem tá maluco!” e quando o avistavam de longe caçoavam dizendo “_ Lá vem o Gideão doidão!”, mas se não o interrompessem, ele nem perceberia. Os meninos até imitavam seus gestos de debatedor, debochando, saltando. Coisa de criança! Também ficavam falando sozinhos enquanto ele passava, fazendo insinuações engraçadíssimas de que o coroa era louco, e ele? Nada percebia! Gideão continuava a falar sozinho enquanto caminhava como se estivesse debatendo na Faculdade! Algo incrível é que muitas das crianças, de tanto ouvir o que ele falava, chegavam a reproduzir frases ou trechos inteiros de Camões, Fernando Pessoa, Pascal, Manuel Bandeira, etc., nada entendiam, mas repetiam. Com o tempo já nem mais sabiam o nome dele. Gideão agora ganhara um apelido.[...]  
Para ler o restante, click AQUI



Recordando a frase do Tico Santa Cruz no Rock in Rio:

"Fiquem atentos aos nossos tribunais, nossos desembargadores e juízes. Prefiro conviver com maconheiro honesto do quê com bandido de terno e gravata!"

Agora eu  sigo o mesmo caminho afirmando que prefiro conviver com maconheiro honesto que com mídia manipuladora, ou seja: não são emissoras, são OMISSORAS!

As mídias sujas chegam a me fazer pensar que omitir e mentir são o mesmo, pois é o que dá a parecer. Em suas omissões  a notícia fica tão distorcida que se torna inverdade, isto é, mentira. As mídias estão "esquecendo" de informar que essa tal revolta dos estudantes da USP estourou depois de aguentarem enésimas outras afrontas a democracia, a liberdade, ao respeito às memórias de vítimas do golpe de 64. Isso tudo por parte do reitor da USP.
 Para ler o restante, click AQUI
 
 
 

     Ele decidiu, andou, correu: chegou ao prédio. Lembrou que todos o tinham conversado com ele sobre o assunto, que não deveria se entregar, que deveria lutar pela vida, que ele é capaz. Achou aquelas frases de feito terríveis, parecia até que as pessoas não tinham apreço por ele, que queria exibir suas frases prontas que aprenderam em seus livros de auto-ajuda. Pensou “Ninguém esta aí mesmo para mim...”. Tais palavras, conselhos e tal, não o surpreendiam. Ouve sempre essas repetições em igrejas, filmes, livrinhos bobos.
 
      A cada degrau que subia a força por suicida-se aumentava, estava cada vez mais convencido de que não havia mais nada a fazer além de suicidar-se. Desviou verba da igreja no qual era membro, faliu a própria empresa, maltratou seus funcionários, castigou severamente seus filhos e bateu em sua mulher. Era empresário famoso. Muitos o odiavam, e por que não dizer que todos o odiavam?[...]
 
Para ler o restante, click AQUI

0 Comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores


Mais Jogos no Jogos Online Grátis - Jogos de Meninos