Pesquisar este blog

6 de nov de 2011

Prefiro maconheiros honestos da USP que agentes desonestos da mídia!



Recordando a frase do Tico Santa Cruz no Rock in Rio:

"Fiquem atentos aos nossos tribunais, nossos desembargadores e juízes. Prefiro conviver com maconheiro honesto do quê com bandido de terno e gravata!"

Agora eu  sigo o mesmo caminho afirmando que prefiro conviver com maconheiro honesto que com mídia manipuladora, ou seja: não são emissoras, são OMISSORAS!

As mídias sujas chegam a me fazer pensar que omitir e mentir são o mesmo, pois é o que dá a parecer. Em suas omissões  a notícia fica tão distorcida que se torna inverdade, isto é, mentira. As mídias estão "esquecendo" de informar que essa tal revolta dos estudantes da USP estourou depois de aguentarem enésimas outras afrontas a democracia, a liberdade, ao respeito às memórias de vítimas do golpe de 64. Isso tudo por parte do reitor da USP.

Aqui, neste texto do Brasil de Fato, há alguns esclarecimento sobre o problema com o Reitor da USP, no qual a presença da PM é apenas mais um problema: 

Muito além da polêmica sobre a presença ou não da PM no campus da USP


Falando em polícia militar, espera aí, será que alguém esqueceu que estamos falando de polícia militar? Pelo amor de Nossa Senhora da Camisa Vermelha! Estamos falando da PM, ninguém vê televisão, documentários, reportagens, livros sobre corrupção da PM em diversos Estados?

Então, não seja hipócrita e me responda: gostaria da PM na porta de sua casa?

Lucas Gonzaga

Indico este outro texto do Blog Outras Palavras:

A face autoritária do reitor da USP

14 Comentários:

Vinícius B. disse...

"Então, não seja hipócrita e me responda: gostaria da PM na porta de sua casa?"

Com certeza! Ainda mais porque aqui é perigoso e eu me sentiria bem mais seguro, na verdade gosto quando a polícia passa aqui na rua.
Se na USP eles temem a polícia é porque algo de errado eles fazem.

"Todos devem sujeitar-se às autoridades governamentais, pois não há autoridade que não venha de Deus; as autoridades que existem foram por ele estabelecidas.
Portanto, aquele que se rebela contra a autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu, e aqueles que assim procedem trazem condenação sobre si mesmos.
Pois os governantes não devem ser temidos, a não ser pelos que praticam o mal. Você quer viver livre do medo da autoridade? Pratique o bem, e ela o enaltecerá.
Pois é serva de Deus para o seu bem. Mas se você praticar o mal, tenha medo, pois ela não porta a espada sem motivo. É serva de Deus, agente da justiça para punir quem pratica o mal.
Portanto, é necessário que sejamos submissos às autoridades, não apenas por causa da possibilidade de uma punição, mas também por questão de consciência.
É por isso também que vocês pagam imposto, pois as autoridades estão a serviço de Deus, sempre dedicadas a esse trabalho.
Dêem a cada um o que lhe é devido: Se imposto, imposto; se tributo, tributo; se temor, temor; se honra, honra."
Romanos 13:1-7

Preso por fora disse...

Se pensas assim... fazer o quê?

Eu particularmente não não devo em nada e tenho horror da polícia, e aí, você explica isso? Medinho bobinho? Não, sei do que é acapaz qualquer pessoa com poder na mão!

Ah é? Em que mudno vive Vinícius? Acredita mesmo que um policial nunca fará nada sem motivos verdadeiros? Éh, não sei onde você vive. O que me diz da história do mundo, dos Reis que massacraram sem pidedade por nada ou por pouca coisa?


Tem que reler com outros olhos texto, com olhos que Deus te dá e não que o Estado te deu. Autoridade não é o que foi investido do título, mas aquele exerce honestamente, uma missão honesta que lhe foi concedida.

Diác. Paulo Roberto de Oliveira disse...

Desculpe, mas concordo com o Vinicius...
Devemos lembrar que um campus universitario é um local democrático e aberto a manifestações/posturas. A PM dentro do campus tem a uma única função, a de estar atenta a transgressões da lei (ops). Dificil, pois hoje em dia no brasil (e não no Brasil) transgressões dos orgãos e elementos públicos (para não denominar mais ainda o tão corrupto estado) é noticia cotidiana; porem se existe uma ordem (ou lei) que identifica um transgressor, ela deve ser cumprida.

Mas justo no campus!!! E nos gabinetes... e nas reitorias (universidades em geral)... e nos governos (municipal, estadual e federal)... e por ai vai...
Inicia-se em um ambiente de educação, de formação, de estruturação - e voce vira: e nos degraus iniciais da formação? Onde esta a coerencia, o investimento, a atualização....

Concordo com voce quando enumera os desmandos e as "atrapalhadas" deste senhor que hoje é chamado de reitor (mais um desmando e atrapalhada do governo estadual). Concordo quando voce acredita que nossa "policia" é passivel de desconfiança e temor. Mas tudo isso não nos permite que sejamos usuarios de elementos entorpecentes ilegais em nosso melhor campus universitario (alias, um sonho) do pais.

Voce vira com elementos de argumentação sobre drogas lícitas ou ilícitas, sobre a formação e estrutura de nossas reitorias e de nossos governos, sobre nossos meios de comunicação (midia), sobre um monte de temas e subtemas em que voce estara correto e seu embasamento alicerçado na verdade. E serei o primeiro a reconhecer sua razão e sua verdade, porem (e sempre existe) não é concebivel, ou melhor, eu não sou capaz de conceber um estudante universitario com cartazes (acintosos) colocando-se como um revolucionario "paitrocinado", de um jovem universitario atuante, presente e muitas vezes brilhante, fumar um cigarrinho "estranho" para curtir um barato e mostrar ao mundo que curte esse barato, para o mundo ver a sua transgressão (rebelde sem causa), incluindo os estudantes de 1o. e 2o. grau.

Bom, poderiamos ir longe, mas gostaria somente de colocar que o povo universitario (principalmente aqueles que participam e vivem a USP) é uma esperança de um futuro mais justo e digno. Testemunhem essa esperança, testemunhem a honestidade, vivam a honestidade para que voces possam nos ajudar a construção de um "Brasil" mais digno!!!
Um grande abraço

Diácono Paulo Roberto de Oliveira

Preso por fora disse...

A maconha neste caso faz menos mal que a polícia. Não duvido nada que exista até mesmo ***** que vendam a maconha lá. Prefiro não comentar certas coisas aqui.

Anônimo disse...

E as crianças e inocentes que servem de transportes para milhares de traficantes, estes que encontram nos estudantes da USP o seu crescimento, desenvolvimento e ampliação de caos social. Uma vergonha! Brasileiro ainda fica querendo discutir essa coisa de fumar ou não maconha. Deviam tirar os policias das ruas e deixar que estes estudantes com suas filosofias (ahahahaha) cuidem do Brasil (ahahahaha). Coitados e culpados os pais de todos eles.

enesentidos disse...

Eu não vejo nenhum problema em os universitários usarem a droga que eles quiserem usar, mas dae ir pras ruas com tanta euforia e garra pra garantir o direito de fumar maconha na faculdade? Ah vamos combinar, né? Tanta coisa errada, a copa de 2014 acabando com o Brasil, sei lá, tantos absurdos e esses jovens se guerreando pra fumar maconha? E tem mais, a maconha pode n fazer o mal que o crack faz e etc etc, mas ainda assim é uma droga ilícita, que direitos são esses que eles tanto querem de fazer o que errado? Eu pago quase chorando uma boa parte do meu dinheiro com impostos absurdos, mas nem por isso vou as ruas brigar pra não pagar, é lei! Podem falar oq falarem, mas quando eu olho pra uma criança morrendo de fome e frio e vejo um bando de PLAYBOY se guerreando nas ruas pra garantir o direito de fumar maconha dentro da faculdade, é no minimo REVOLTANTE.

Aleksh disse...

Hipocrisia é um bando de playboy´'s desmiolados que tem a petulância de dizer que é contra o "sistema", por favor então deixem suas roupas e tênis de marcas, seu carro do ano de lado e vão trabalhar um pouco, "ralar um pouquinho" ou melhor vão viver na periferia, o pior é ver a quantidade de defensores destes marginais, na polícia militar tem mal caráter? Tem!!! Da mesma forma que há alunos mal caráter, como estes que estão depredando patrimônio PÚBLICO!!! Por favor, vão trabalhar um pouco, e ver como é o cotidiano daqueles que ralam e estudam neste país depois disso com certeza mudarão esta ideologia barata e ultrapassada.

Preso por fora disse...

Enesentidos, de tantas coisas que aconteeram de atritos com o reitor da USP, infelizmente apenas foi arrebentar no caso da maconha. Eu sentiria um profundo fervor se, sabendo que policiais deveriam andar com identificação na camisa para de caso de precisar denunciar e ver que não estão. E e não estão com identificação, logo pensamos "Se não estão portando identificação é por que não querem ser denunciados, e se não querem ser denunciados é por que fizeream ou irão fazer alguma merda".

Bom, de tantos problemas, entre eles no caso que o reitor fez um monumento em homenagem a ditadores, o da maconha foi apenas um. Policiais disfarçam o trabalho. Ao invés de pegar no pesado mesmo, fazem pose com estudante desarmado. Fácil isso não é?

Lucas Gonzaga

Preso por fora disse...

Aleksh, somos contra a maneira que o sistema dirife o mundo. Isso quer dizer que não podemos gostar de roupas de boa qualidade? Que absurdo? Eu não uso roupa de marca por que não tenho cindições, já tentei relativizar se elas realmente são tão boas, mas percebi que realmente a maiora das roupas de marca são boas, resistentes, etc. Então eu pergunto: Por que não? Queremos usar por preços mais baratos apenas. Deboches desnecessários estes. Isso não é hipocrisia, todos gostamos assumidamente de coca-cola e Mc'Donalds,onde há hipocrisia nisto? Só que, pedimos que haja um novo tipo de economia onde possa acontecer a salário ou a renda máxima. Havendo renda máxima, trabalhadores ganharão mais e produtos ficarão mais baratos.

Preso por fora disse...

Anônimo: Já viu tráfico e contrabando de cerveja? Traficantes dominando o morro para vender cervejas? Claro que não, pois a cerveja é legalizada e por isso não precisa disso tudo, encontramos cervejas, cola de sapateriso e "N" coisas viciantes em milhares de estabelecimentos. Quem quiser comprar cola de sabateiro para se dorgar,comprará, quem quiser virara alcoólatra, virará, etc. Se fossem legalizadas todas estas drogas não teria motico de haver tráficos, meu caro. Pense nisso!

Lucas Gonzaga

Aleksh disse...

Então quer dizer que você não acha nada de errdo nesta "ideologia",neste discurso? Não há nenhuma contradição? E o que ocorreu na reitoria foi nada mais, nada menos "um ato legal contra os agentes do governo de um sistema opressor e tirano..."? Bem se a resposta for positiva para todas as perguntas a discussão acaba aqui, pois possuímos linhas de pensamento que entram em choque, mas uma coisa posso te dizer começo a entender a luta destes estudantes em favor as drogas, pois só com elas para se viver neste mundo a parte e utópico.

Preso por fora disse...

Aleksh, reflita: se cerveja fosse proibida, as reclamações seriam em torno de cerveja.

Sobre o que acorreu na reitoria, apenas me chegam duas informações.

1ª Da mídia que conhecemos, Globo & CIA, de que são filhos de papai, etc. Nada de relevante.

2ª Das mídias alternativas sérias, o que me vem é o péssimo histórico do reitor e o que tem feito na faculdade. Sobre o reitor, o mehlor que vi foi isso aqui:

http://rede.outraspalavras.net/pontodecultura/2011/11/07/a-face-autoritaria-do-reitor-da-usp/

Anônimo disse...

VÃO ESTUDAR SEUS MACONHEIROS FILHOS DA PUTA, ESSE PAÍS TÁ PRECISANDO DE PESSOAS HONESTAS, MENOS CORRUPTAS. FACULDADE É LUGAR DE APRENDER PARA SE DESENVOLVER.

Preso por fora disse...

Caro anônimo, a questão na faculdade não era a maconha, mas a presença da polícia. Esse protesto contra a polícia já rolava a muito tempo, inclusive com a apoio de mais de 70% dos professores, isto é, aqueles com quem deveriam aprender. E pelo visto acho que aprenderam, que numa faculdade deve-se haver segurança e não repressão. A polícia não é a instuição adequada para a segurança de uma faculdade.

Imagine aluns de sociologia, história, cincias polícticas discutindo sobre a aula e aula teve a ver com "poder", e falam mal das forças armadas e das policias mundias... A santa ignorância do policial que tem no máximo o 2º grau irá se manifestar.

Gostou do exemplo? Pois bem, a confusão começou com ua pequena coisa dessa a anos, em 2007, quando a polícia estava também, depois saiiu e agora voltou...

A USP é bilhonária. Se USP for considerada uma cidade, ela seria a 6ª cidade mais rica do Brasil, atrás de RJ, sp, MG, ES... O reitor, o tal de Rodas, já foi pego em fraude, em lavagem, caixa 2 e nada foi feito. Portanto dentre as muitas pessoas que se manifestaram tem maconheiro, gente que fuma cigarro, gente que bebe uma cerveja e gente que nada disso faz...

Pense comigo, se você tomasse cerveja, eu não sei se vc toma, e estivesse irado com um reitor FDP, e ouvise sa pessoas dizendo a vc "Para de beber e vai estudar"...

Você não acha que responderia algo do tipo "Eu estudo no horário de estudo e bebo no horário da cerveja, o que tem a ver minha cerveja com meu estudo su bando de imbecis?"

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores


Mais Jogos no Jogos Online Grátis - Jogos de Meninos