Pesquisar este blog

6 de out de 2011

A asa do Papagaio Meleiro _ por Lucas Gonzaga




      _ Ei, ei, ei! O que você está fazendo?

      _ É para seu próprio bem, venha aqui papagaio travesso!

      E a casa era uma bagunça só! Eita, que asneira era tentar agarrar o Meleira! Papagaio brincalhão, que voava por toda casa, fugia que fugia, nunca se viu tal algazarra. “Pega o Meleira!”, gritava e menina. O cachorro para um lado e para o outro latia pulando. o gato? Tranquilamente, com muito sono, ia logo se deitando. E os dois peixinhos douradinhos, comovidos, bonitinhos, acompanhavam a empreitada de tentar agarrar o louro malandro!


      Bem do alto, pendurado na cortina da sala, o Papagaio Meleira pergunta com sua voz engraçada de papagaio:

       _ Por que tenho que sair daqui? Está calor lá fora

       _ Mamãe falou pra pegar você, pra levar no doutor de animalzinho!

       _ Mas eu não tô doente!

       _ Eu sei! Mas é que a mamãe falou que tem que cortar suas asinhas!

       _ Minhas asinhas? –perguntou o papagaio abrindo as asas. - Mas o que há de errado com minhas asinhas? Minhas asinhas são tão bonitinhas, verde com amarelo, boas pra pegar marmelo!

       _ É que a mamãe disse que tem que cortar pra você não fugir. Mamãe disse que não é a asinha todinha, só um pedacinho! – disse a menina erguendo os ombros e com as mãos abertas na altura dos ombrinhos.

       _ Fugir? Quem disse que eu quero fugir? Eu só quero ficar no meu poleirinho, assistindo desenho! Aliás, ouça-me menina sapeca! Você gostaria que cortassem suas perninhas para não fugir? Ou mesmo só um pedacinho delas? Só seus dedinhos?

       A menina coçou a cabeça colocando a mão na cintura:

      _ Não! Coitada de minhas perninhas! Tá vendo aqui louro? - disse apontando para o joelho- É o meu dodói. Eu caí e fez dodói no joelho. Doeu muito louro!

      _ Viu?! Imagina se cortasse suas perninhas. Iria doer mais ainda! Vai cortar as barbatanas dos peixinhos? As patas preguiçosas do dorminhoco gatinho? E também as puladoras do seu cachorrinho?

     _ Ah... Não! Não mesmo louro.

     _ Carolina! Carolina? - chamou a mamãe- Já pegou o meleiro para levar no Doutor de bichinhos?

     _ Mamãe?

     _ Sim minha filha, pode falar que eu estou te ouvindo. – A mamãe da Carol estava no banheiro.
     
     _ Você já fugiu da vovó alguma vez da vovó?- disse com um sorriso angelical.

     _ Já, minha filha! E eu já te falei que isso é feio!

     _ A vovó te levou no Doutor de gente pra cortar suas pernas pra você não fugir?

     Agora a mamãe é que coçava a cabeça com a outra mão na cintura.

      _ Eita menina sapeca que só! Essa é minha filha!

      E a menina assistia desenho animado na TV, com o Papagaio Meleiro em seus ombros! E tudo era só gargalhada! A mãe, a filha e o Meleiro juntinhos comendo marmelada. 

Lucas Gonzaga

===============================================================
       

        Dedicado ao meu amigo Vinícius Bastos, que sem saber me ensinou a não odiar animais. Admito que ainda não gosto de muitos contatos, mas me faço mais próximo após o vislumbre que tive ao saber de como o Vini cuida com muito afinco de seus papagaio, cachorros, gatos... Não desistindo de nenhum deles, por mais doentes que estejam!

0 Comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores


Mais Jogos no Jogos Online Grátis - Jogos de Meninos