Pesquisar este blog

9 de mar de 2011

O que é de fato espiritual, já parou para pensar?


    

       Cenas como as do Benny Hinn dando socos e tapas invisíveis, ou de gente falando coisas inexplicáveis como "labassurionderrá", gritos, frases-de-efeito-engana-trouxa, pedidos forçosos e apelos pela freqüencia ao "Country Crente Club" - Igreja- pedidos por diáconos para que fiquem quietos por reverência, pedidos do pastor para que gritem por louvor, entre muitos outras coisas, o que é espiritual?  Toda e qualquer atitude benéfica relacionado ao próximo, enquadrada no pensamento libertário de se ater a carcerária -frase " Fazer o que quer que vos façam", sim, é espiritual. Exceto, é claro, se o sujeito for um para-esquizo-cótico, mistura de "paranóico" com "esquizofrênico" e "psicótico", se é que uma coisa não deriva da outra. Acredito que este pedido é feito aos libertos-presos-soltos em/de Cristo, aos que estão PresosporFora, pois se feito aos loucos-religiosos, pode não acarretar em bons feitos senão apenas em atrocidades, ou seja, nada mais menos do que já acontece. Se não estou sendo claro, procurarei ser um pouco menos. Se os loucos-religiosos atenderem ao pedido revolucionário de "fazer ao outros o quer que seja feito a ele mesmo", não sairá de fato tal qual a revolução deveria acontecer, pois tendo em vista que são masoquistas os loucos-religiosos, farão intrigas desnecessárias e toda sorte de produção de fatores que possam causar sentimentos de angústias e sentimentos fortes a respeito de perseguições, tribulações e opressões demoníacas.  

        Por isso chamo- os de loucos- religiosos (na linguagem de hoje parecem palavras sinônimas). Se de fato se esforçam para "fazerem aos outros o que gostariam que fizessem a eles", posso dizer que está fazendo efeito, é só se perguntar como anda o mundo. Um inferno. E por quê loucos-religiosos são masoquistas que fariam e fazem estas coisas? Porque além de Cristo ter pedido que "fizessem aos outros o que queriam que fizessem a eles mesmos", têm uma grande crença, os loucos-religiosos de que se acontecem todas estas coisinhas do dia-a-dia como intrigas desnecessárias, pseudo-perseguições que as vezes não passa da bronca justa de patrão, opressões demoníacas que também muitas vezes não passa de um pesadelo-sexual ou dor de cabeça e coisas do tipo, em fim, pensam, claro, dependendo da auto-estima e das conveniências, que acontecem porque estão se sacrificando por Deus, fazendo a tal da obra, lutando no mundo espiritual e coisas tais. E claro, se é para "fazerem aos outros o querem que façam com eles" e se é tudo isto que eles querem - masoquismo isso, muito diferente de mártir- que aconteçam a eles, se dá justamente pelo pensar de que podem de alguma forma barganhar com Deus, isto é, fazer coisas para receberem seus pedidos sendo-lhes atribuído méritos. 

        E por quê o pensamento da "causa e efeito meritório" causa todo este balburdia que torna o mundo num mini-inferno? Sendo pois, a natureza humana incompetente, incapaz e insuficiente, acaba gerando enormes frustrações, por isso inconscientes ou semi-conscientes desejos por tais coisas horrendas. Por que se para o mundinho deles estas coisas confirmam suas santidades, logo então lhes "suprirão" periodicamente o sentimento desejoso por aprovação e a frustração. Por isso a cisma destes loucos-religiosos de ficarem gritando asneiras por aí, fazendo a falsa obra de Deus, pois precisam desesperadamente suprir o sentimento angustiante de desaprovação e incapacidade que lhes cingem. E acabam que por voluntariedade ou como por um ato involuntário, acabam fazendo aos outros todas estas coisas horrendas que querem a si mesmo.

       
        Atitudes espirituais tem mais a ver com a limpeza das nádegas de um idoso desprovido de tal capacidade, com o limpar do catarro das crianças que ficam nos sinais aos mandos de suas mães e parentes dando-lhes assistências à educação, refeição... atitude espiritual tem que ver com o bom dia sincero dado a cada dia, com as simplicidades e complexidades da vida, com a não materialização dos desejos e sonhos que não oriundos de nós mesmos, injetados por quem quer obediência cega e vender seus produtos. Espiritualidade tem a ver com o próximo, pois quem enxerga o próximo tem por causa a libertação de si mesmo e natureza por meio da Graça de Cristo. Olha, espiritualidade tem mais a ver com a frase "Deus tocou numa vagina" do que com "labassurionderrá". Irei deixar os loucos-religiosos se mordendo e remoendo com esta frase, se sujando e odiando cada vez mais a si mesmo e ao próximo e descobrindo seus problemas existenciais quando o assunto se trata de sexualidade, embora a frase polêmica-última nada tenha que ver com isso, mas pura e simplesmente com a doce, libertária e subversiva Graça de Cristo. Deus encostando em uma vagina, foi a materialização de parte do trajeto da salvação do homem, que iria se refletir pela cruz no que diz respeito ao que aconteceu antes mesmo do tempo existir, antes da fundação do mundo. Isto sim tem mais condescendência, imanência e transcendência - mesmo que paradoxal- no evangelho,mais a ver com atitudes espirituais, pois foi a maior de todas. Apesar de parecer tão corriqueira o entendimento equivocado daquela frase, nenhum o homem fez ou poderá cumprir tal feito, a não ser Ele, O Cristo, Jesus.

Mateus 25: 34 - 40

34- Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;

35- Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;

36- Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me.

37- Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?

38- E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos?

39- E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?

40- E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.






Efésios 2: 8 - 9

8- Porque é gratuitamente que fostes salvos mediante a fé. Isto não provém de vossos méritos, mas é puro dom de Deus.

9- Não provém das obras, para que ninguém se glorie.

Lucas Gonzaga

0 Comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores


Mais Jogos no Jogos Online Grátis - Jogos de Meninos